Na 10ª edição, Seminário da Imigração italiana em Minas Gerais terá programação online

Evento, entre 6 e 10 de outubro de 2020, abordará temas variados que abrangem praticamente todas as regiões do Estado com a participação ao vivo de representantes do Governo e de universidades italianas

Belo Horizonte, 25 de setembro de 2020 – O Seminário da Imigração Italiana em Minas Gerais chega à sua 10ª edição e terá toda a programação realizada de forma virtual. Com o tema “A influência italiana no Desenvolvimento, na Cultura e nos Esportes em Minas Gerais”, as atividades serão realizadas entre 6 e 10 de outubro, com transmissão pelo canal do Seminário no YouTube. Temas variados e que abrangem praticamente todas as regiões do Estado são destaques da programação, que terá ainda a participação de representantes do Governo e de universidades italianas.

A ideia da realização da 10ª edição do seminário, na modalidade virtual, surgiu durante a pandemia. Para os organizadores a realização da primeira edição inteiramente online seria uma oportunidade de atrair participantes e público de todas as regiões de Minas Gerais interessados no tema. “No IX Seminário, realizado no ano passado, fizemos uma edição regional, no Sul do Estado, neste ano, com a edição virtual tivemos a possibilidade de contemplar todas as suas regiões. E de fato, temos participantes do Sul de Minas, do Triângulo Mineiro, da Zona da Mata, das regiões das Vertentes e Central, além das regiões da divisa com o Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo, áreas contíguas donde provieram muitos imigrantes italianos que se fixaram em Minas Gerais”, comenta a coordenadora geral Giusi Zamana, da Associação Ponte entre Culturas.

Para Giusi, a maior amplitude do 10º Seminário reflete a diversidade de formação e de procedência geográfica e institucional dos membros que integram a Comissão Organizadora e a rede de parceiros do evento. Além desse fato, pode-se enfatizar a consolidação do referido evento em seus 15 anos de existência.

“A 10ª edição é também uma ocasião para comemorar o trabalho realizado ao longo destes anos. Aceitando os desafios gerados pela pandemia, o Seminário aproveita da tecnologia, hoje a disposição de todos, para alcançar uma abrangência muito maior, trazendo à tona os resultados colhidos graças à construção, durante todos estes anos, de uma importante rede de interlocutores em todo o Estado, que agora por meio da internet supera as distâncias”, comenta Silvia Alciati, que também integra a coordenação geral do evento, representando o Consiglio Generale degli Italiani all’Estero (Conselho Geral dos Italianos no Exterior - CGIE).

Nas mesas internacionais o seminário terá a participação de representantes de instituições governamentais e entidades da Itália e do Brasil e além de professores universitários dos dois países. E haverá ainda uma sessão dedicada à colaboração artística entre o Teatro da Pedra - grupo de teatro mineiro – com Ernani Maletta, professor da UFMG, e Francesca della Monica, artista italiana. Esta parceria, além de contribuir para o desenvolvimento técnico do elenco, se estendeu para a criação do último espetáculo do grupo, “Odisseia”, que contou com Ernani e Francesca na direção musical.

No total serão 14 encontros, distribuídos durante os cinco dias do evento, com a participação de 62 palestrantes, entre mediadores das mesas, apresentadores de trabalhos, e convidados. A cada encontro, após as apresentações dos trabalhos será realizado debate para promover uma maior interação dos participantes e um maior enriquecimento de ideias. “Nossa expectativa é alcançar públicos diversos em função das áreas de interesse, da amplitude e da multidisciplinaridade dos temas abortados”, comenta o coordenador acadêmico do Seminário e sociólogo, Dimitri Fazito, professor da UFMG.

Embora não seja estritamente acadêmico, o evento é uma atividade de extensão das Universidades Federais de Minas Gerais e de Juiz de Fora promovido em parceria com a Associação cultural Ponte entre Culturas e o CGIE, entidade publica que reúne e representa os cidadãos italianos residentes no exterior.

Participação italiana – A participação de representantes italianos torna o evento internacional e de grande reconhecimento. Para tanto ele é divulgado pela comunidade italiana e ítalo-descendente de todo o mundo. A abertura, por exemplo, com tema “A Itália no Mundo e em Minas Gerais”, terá a participação de Marina Sereni, vice-ministra das Relações Exteriores e Cooperação Internacional (MAECI) e do secretário-geral do CGIE, Michele Schiavone. Na oportunidade, ele discorrerá sobre os trabalhos e os programas realizados pela entidade na representação da comunidade italiana no mundo todo.

A identidade visual do evento é uma criação do artista plástico italiano, radicado no Brasil, Guido Boletti, em homenagem ao jornalista, escritor e poeta Gianni Rodari, no ano em que se comemora o centenário de seu nascimento.  Celebrando o universo criativo e a liberdade expressiva de sua obra, o 10º Seminário deseja lembrar um dos mais importantes autores de literatura infanto-juvenil e poeta italiano do século XX. 

Programação - Neste ano a organização recebeu a inscrição de 35 trabalhos, acadêmicos e não acadêmicos, elaborados a partir de pesquisas concluídas ou em andamento, sobre as influências italianas em três linhas temáticas principais: O desenvolvimento econômico e social na diversidade regional mineira; A formação cultural e identitária em suas manifestações materiais e imateriais; A difusão, organização e popularização dos esportes em Minas Gerais. Destes, 30 foram selecionados e serão apresentados durante o seminário.

De acordo com os organizadores, a programação é bastante abrangente para poder cumprir com a missão do seminário que é dar visibilidade e estimular novas pesquisas e trabalhos sobre a imigração italiana em Minas Gerais e suas influências nos mais diversos âmbitos. Os trabalhos selecionados abrangem diferentes áreas do conhecimento como patrimônio histórico, arquitetura e urbanismo, fotografia, cultura e educação, literatura, jornalismo e esporte. A contribuição para a economia e o desenvolvimento também estarão presentes, assim como histórias biográficas, memórias e trajetórias familiares, a genealogia e a questão dos direitos dos imigrantes em terras estrangeiras.

Para a professora Sandra Nicoli, da Universidade do Vale do Rio Doce (UNIVALE), que também integra a comissão organizadora do evento, pode-se afirmar que o 10º Seminário é uma forma de devolução daquilo que a sociedade viveu e vive. “Essa devolutiva é um grande reconhecimento dos que, de fato, fizeram e fazem histórias, ou seja, os atores sociais na dinâmica da vida social”, afirma a professora.

Como nas edições anteriores, o 10º Seminário da Imigração Italiana em Minas Gerais terá também algumas sessões internacionais pois o evento também objetiva a divulgação e a promoção de intercâmbios diversos (culturais, acadêmicos, comerciais, turísticos, etc.) fortalecendo os laços entre Minas Gerais e a Itália.

Nas sessões internacionais, que abrem e encerram a programação, serão abordados os temas das relações bilaterais e de cooperação entre Minas e a Itália em âmbito cultural, acadêmico e artístico, comercial e econômico, bem como questões relacionadas com experiências e práticas de sucesso “Made in Italy” para o desenvolvimento local sustentável através das pequenas e médias empresas, da agricultura familiar e do agriturismo. Outro tema debatido será a representação dos italianos no exterior através dos Conselhos e Comitês dos Italianos residentes fora da Itália que hoje são mais de seis milhões (10% da população italiana). Nestas sessões haverá a participação de convidados italianos e brasileiros.

O evento é dirigido ao público em geral e especialmente a todas as pessoas interessadas em cultura italiana, patrimônio cultural, história, genealogia, turismo de raízes, bem como nos intercâmbios que envolvem Minas e a Itália - nos mais diversos âmbitos - e a todos os italianos natos ou descendentes que desejam entender e participar dos processos de representação e do exercício da cidadania ativa. Toda a programação está disponível na página:
https://ponteentreculturas.com.br/seminario2020/programacao_10_seminario.pdf

Serviço:

10º Seminário da Imigração Italiana em Minas Gerais - A Influência Italiana no Desenvolvimento da Cultura e Esportes em Minas Gerais

De 6 a 10 de outubro de 2020

Mesas de apresentação, apresentação de trabalhos acadêmicos e não acadêmicos, vídeos, debates e conferência.

Transmissão pelo canal YouTube: Seminário Imigração Italiana em MG

Evento público e gratuito.

Inscrições pela plataforma Sympla, para a emissão de certificados

Realização:

Ponte entre Culturas MG

Consiglio Generale degli Italiani all’Estero (CGIE)

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF - Campus Sede e Campus Governador

Valadares)

Patrocínio Institucional: Consulado da Itália em Belo Horizonte.

Site: https://ponteentreculturas.com.br/seminario2020/

REDES SOCIAIS

instagram.com/imigracaomg

facebook.com/SeminarioImigracaoItalianaMG

https://twitter.com/ImigracaoMG

www.youtube.com/channel/UC2Pau3IOCkXL6tKpTQETGTA

Contatos: 55 51 96800109 (WhatsApp) ou seminarioimigracaoitalianamg@gmail.com