Circuito Liberdade oferece diversão por meio das redes sociais

Atividades disponíveis em diversas plataformas digitais podem ser acessadas gratuitamente.

No mês de julho, período em que normalmente se prepara uma programação especial de férias, os espaços culturais que integram o Circuito Liberdade continuam com uma intensa programação virtual para toda a família. Disponibilizada por meio das redes sociais, sites e canais no YouTube, as atividades abordam temas como o conhecimento da história de mulheres na ciência, o entendimento de obras de Clarice Lispector, aulas de bordado e a comemoração do Dia do Rock, dentre diversas participações especiais.

Comemorando os seus 125 anos de existência, o Arquivo Público Mineiro marca a programação do mês em homenagem ao espaço. Além de diversas publicações sobre a sua história, o espaço apresentará, por meio de diversos vídeos, depoimentos de historiadores que integraram a equipe do arquivo ao longo dos anos. Além disso, fará um encontro virtual de ex-servidores da instituição, revelando suas experiências e sentimentos.

A Academia Mineira de Letras realiza atividades que fazem parte do mundo da literatura brasileira. No ano em que se celebra o centenário de nascimento de Clarice Lispector, o espaço busca homenagear a escritora abordando o poder transformador da literatura. Quem fala sobre o tema é o professor e escritor Fernando Armando Ribeiro, na palestra “Clarice Lispector e a habitação poética do mundo”. A atividade tem como objetivo refletir sobre como literatura pode transformar diversas vidas, desvelando dimensões da existência frequentemente ofuscadas pelas mais variadas rotinas. No dia 16 de julho, a Academia recebe em seu canal do YouTube o escritor e presidente emérito da instituição, Olavo Romano. A palestra irá contextualizar aspectos históricos de Minas Gerais, como foi urbana antes de ser rural, o Barroco, as vilas do ouro, a transposição das Tordesilhas e a herança cultural dos últimos séculos. Além das palestras online inéditas que integram a programação 2020, a Academia Mineira de Letras disponibiliza mais de 200 encontros já realizados para que o público possa ver e rever. Durante o isolamento social, as redes sociais da instituição também estão repletas de poesias, crônicas e dicas de leitura.

Também com uma intensa programação virtual, o MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal continua com a homenagem “Mulheres Sensacionais”, que este mês nos leva a refletir quantas invenções femininas que conhecemos são indispensáveis no nosso dia a dia. O museu conta a história de mulheres como a física estadunidense, Dra Shirley Jackson, a inventora do sistema de segurança doméstico, Marie Van Brittan Brown, entre outras. Em julho, o Educativo do museu aborda o tema “Matéria Prima” no Instagram, com o objetivo de entender a origem de todas as coisas e de como a construção do conhecimento científico move a história da humanidade. Além disso, o MM Gerdau abre espaço para uma roda de conversa com os curadores do Edital CoMciência - Edição 02, que traz o tema ocupação em arte, ciência e tecnologia. As inscrições para o Edital CoMciência estão prorrogadas até o dia 26 de julho.

O Espaço do Conhecimento UFMG oferece este mês as sessões online da atividade “Descobrindo o Céu”, com encontros todas às quintas-feiras, das 17h às 18h, no canal do YouTube do museu. Aos sábados o equipamento apresenta a atividade “Libras Virtual” no Facebook, Twitter e stories do Instagram, com a atriz e intérprete Dinalva Andrade ensinando de forma didática e divertida a Língua Brasileira de Sinais. E para interagir mais com os seguidores, no fim de semana o Espaço recomenda, através das redes sociais, filmes, séries, documentários, livros e podcasts.

Uma série de atividades foi preparada pelo Educativo do Memorial Minas Gerais Vale em julho. As atrações vão desde uma proposta de criação de teatro de objetos para o público infantil e seus familiares, às atividades destinadas para o público da terceira idade, como o projeto “Conectando Gerações”, que este mês busca promover a inclusão digital. O museu também conta com a última edição da atividade “Bordado pelo Mundo”, realizada pela pesquisadora e professora de bordado, Isabella Brandão, que irá falar sobre diferentes tipos de trabalhos de agulha na Inglaterra, como Stumpwork, Crewelwork e Canvaswork, produzidos no país há pelo menos cinco séculos. No projeto, ela ensina como fazer um pequeno mostruário de Blackwork usando etamine, agulha de tapeçaria e linha de meada cor preta. Em seu canal no YouTube, o museu realiza a atividade “Ambiências em Casa” que tem como objetivo propor uma experiência para crianças e adultos de observação dos objetos, imagens e paisagens presentes ao nosso redor, que irá propor a construção de uma ambiência/instalação que proporcione brincar com diversos elementos e suas formas.

Com a atividade Webinário Colaborativo - Conversas sobre Perguntas, a Casa Fiat de Cultura apresenta em suas redes sociais grandes nomes do pensamento brasileiro nos campos da filosofia, psicanálise, ciência, cultura e futurologia em parceria com CCBB, Memorial Minas Gerais Vale e MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal. Para analisar e discutir o momento de transformação vivido pela humanidade, as instituições organizaram, em conjunto, um seminário que traz visões diferentes sobre perguntas que surgem diante do atual cenário mundial. Entre os convidados estão o líder indígena Ailton Krenak, a futurista Lala Deheinzelin, o economista e professor Eduardo Albuquerque, a administradora e professora Grazi Mendes, o psicanalista Christian Dunker e a escritora Conceição Evaristo. Comemorando o Dia do Rock, o museu apresenta três convidados apaixonados pelo estilo musical, o músico Fred Mallard, a jornalista e blogueira Gracielle Fonseca e o professor Guilherme Lentz para falar sobre como o Rock inspira a vida das pessoas. Para toda à família, a Casa Fiat promove também o “Encontros com o Patrimônio - De avós para netos: heranças e tradições dos brinquedos”, que comemora o Dia dos Avós. A ação busca mostrar e ensinar as brincadeiras do passado e do presente, transmitidas de geração em geração.

Entre 10 de julho e 10 de agosto, o BDMG Cultural recebe inscrições para o programa Jovem Instrumentista. Ao todo serão selecionados 10 jovens instrumentistas com bolsa de tutoria de 30 horas/aula com instrumentistas escolhidos pelos candidatos. O edital e o formulário de inscrição online estão disponíveis, gratuitamente, no site www.bdmgcultural.mg.gov.br.

Este ano, em função da pandemia da Covid-19 e das restrições e da necessidade de isolamento social que ela nos impõe, o BDMG Cultural propõe um processo todo online para garantir a segurança da saúde de todos. O edital vai selecionar 10 instrumentistas que serão contemplados com 30 horas de tutoria, distribuídas ao longo de quatro meses, com professores escolhidos pelos selecionados de acordo com os instrumentos com os quais concorrerem. Cada candidato poderá se inscrever com apenas um instrumento. As aulas deverão acontecer entre setembro e dezembro de 2020.