Circuito Liberdade marca presença na Semana Nacional de Museus

Programação virtual faz parte do Dia Internacional de Museus, celebrado em 18 de maio.

De 18 a 24 de maio, espaços culturais do Circuito Liberdade participam da 18ª Semana Nacional de Museus. A ação cultural promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em comemoração ao Dia Internacional de Museus, celebrado em 18 de maio, tem como tema proposto para este ano “Museus para a Igualdade: diversidade e inclusão”. Criado em 1977 pelo Conselho Internacional de Museus – ICOM, a Semana estende essa celebração, “pois conta entre seus objetivos o de aumentar o potencial de visitação das instituições museológicas e culturais de todo país, difundindo as diversas manifestações e referências culturais, promovendo o acesso à produção simbólica e à diversidade cultural dos municípios, criando experiências significativas aos visitantes”.

Diferentemente de anos anteriores, neste ano museus de todo o país irão disponibilizar uma programação online para os visitantes. Participam da Semana Nacional de Museus, com programação especial, os seguintes espaços culturais que integram o Circuito Liberdade: Centro de Arte Popular; Museu Mineiro; Memorial Minas Gerais Vale; MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal e Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte.

Apesar do isolamento social, nesta edição, o Memorial Minas Gerais Vale participa das atividades exibindo uma série de publicações em suas redes sociais, apresentando uma parte dos trabalhos que já foram realizados ao longo dos anos dentro deste tema. Além disso, na Semana Nacional de Museus será disponibilizado o show inédito “Chico Lobo - 35 anos - Histórias e Cantorias”, nesta segunda-feira (18), às 19h30, no qual o artista traz através da viola os encantos de uma viagem poética por veredas e montanhas de Minas Gerais. Já no sábado (20), às 17h, e no domingo (21), às 10h, serão exibidos vídeos exclusivos da performance “Em Nós: a Dança Afro de Marlene Silva”, uma performance com direção do bailarino, coreógrafo e pesquisador em Dança de Matrizes Africanas, Evandro Passos, que traz à cena o legado da professora e coreógrafa Marlene Silva, uma homenagem à pioneira da dança Afro em Minas.

Este ano o Museu Mineiro também participa da 18ª semana de Museus. Em ações publicadas nas páginas das redes sociais do museu, o espaço oferecerá uma programação repleta de novidades. Na quinta-feira, (21), o equipamento conta curiosidades da exposição “Deslimites da Memória”, de Cyro Almeida e Mestre Júlio Santos. Com curadoria de Ângela Berlinde, a mostra traz fotopinturas do cotidiano da geração Z – aqueles nascidos na era da internet – com as peculiaridades envolvidas em suas formas de autorrepresentação, como os traços físicos da juventude em cabelos coloridos, piercings, alargadores na orelha e maquiagens ousadas.

Trazendo temas importantes como ciência, feminismo e acessibilidade, o MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal oferece essa semana, em seu canal no YouTube, ações e atividades divertidas aos internautas. Na quinta-feira (21), a atividade “Cinema e Ciência” traz uma live especial com o especialista em museu e museologia Carlos Jotta, Mestre em Ciência da Informação e Doutorando em História da Ciência, ambos pela Universidade Federal de Minas Gerais, além de Coordenador de Museologia do MM Gerdau, é Consultor Ad Hoc da Patrimonium. Outra convidada especial é Luciana Barreto, professora de Ciências Biológicas e no Programa de Pós-graduação em Zoologia de Vertebrados da PUC Minas. O museu ainda dá sequência à série especial das Mulheres Sensacionais nas redes sociais. O conteúdo, que seria exposto no videowall do Museu, na Praça de Convivência, ganhou novo formato como ação digital desde março, quando o Museu fechou, temporariamente, para visitação pública. Durante os meses de março e abril, foi a vez das Mulheres Sensacionais da Astronomia ganharem destaque. Em maio, celebrando a Semana de Museus e o tema deste ano, o Educativo do MM Gerdau fez uma pesquisa sobre as mulheres incríveis que dedicaram suas vidas à causa da Inclusão e Acessibilidade. E tornando ainda mais especial o conteúdo, as mulheres sensacionais Nise da Silveira, Hellen Keller, Dorina Nowill, Ruth Benedict e Thays Martinez foram ilustradas pela educadora Bárbara Grillo.

O Centro de Arte Popular também participa através das suas redes sociais das atividades em comemoração a 18ª Semana Nacional de Museus. Contando um pouco mais sobre o início da ação e sua história, na segunda-feira (18), o museu traz um acervo de informações sobre a semana especial.

Durante a Semana Nacional de Museus, o CCBB BH traz curiosidades de exposições atuais e que já passaram pela casa, #TBTs, desafios aos seguidores e enquetes sobre os projetos que estiveram no centro cultural, disponibilização de catálogos digitais, entre outros. O programa educativo do CCBB também oferece conteúdo exclusivo e gratuito, com mais de 100 relatos, vídeos e dispositivos para reflexão, criação e diálogo com as obras e pensamentos sobre exposições e artistas que passaram pelo CCBB BH entre 2018 e 2020. O conteúdo também traz temas e reflexões relacionadas ao tema da 18ª Semana Nacional de Museus. O material é direcionado para todos os públicos, especialmente alunos, professores e comunidade escolar, no site www.ccbbeducativo.com/ 

Mais informações nos perfis do Instagram e Facebook do Circuito Liberdade e dos espaços culturais que participam da 18ª Semana Nacional de Museus.