Centro Cultural Minas Tênis Clube é o novo integrante do Circuito Liberdade

A previsão é que até 2024, mais de mil atrações sejam realizadas no espaço. Meio milhão de pessoas é esperado neste período.

A partir de junho de 2019, os visitantes que passarem pelo Circuito Liberdade, composto por espaços culturais, dentre museus, arquivo público, biblioteca, centros de cultura e de formação, na região centro-sul da capital mineira, contam com mais um espaço com programação repleta de atrações: o Centro Cultural Minas Tênis Clube. O acordo de cooperação entre o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) e o Minas Tênis Clube foi assinado nesta quinta-feira (27/6).

Oficializaram o documento a presidente do Iepha-MG, instituição gestora do Circuito Liberdade, Michele Arroyo, e o presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago, com a presença do secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Marcelo Matte, que destaca a importância dessa parceria para o turismo em BH.  

 

“O Minas Tênis Clube é um dos mais acolhedores e relevantes espaços para Minas Gerais e o país. E vai ampliar sua contribuição se integrando ao Circuito Liberdade. Seu acervo e equipamentos culturais, como os dois cinemas, agora fazem parte do mais importante complexo cultural do estado”, salienta Matte.

 

A parceria entre as instituições, com o objetivo de integrar o Centro Cultural Minas Tênis Clube como equipamento cultural do Circuito Liberdade, tem o prazo de cinco anos, podendo ser renovado. Neste período, a previsão é que sejam realizadas mais de mil atividades culturais para crianças, jovens e adultos. O público vai contar com exposições, apresentações artísticas e musicais, projeto educativo, concertos, saraus, entre outras atrações.

A adesão do Centro Cultural Minas Tênis Clube ao Circuito Liberdade soma aos outros equipamentos para a realização de uma intensa programação cultural aberta ao público.

O Minas Tênis Clube é um dos mais acolhedores e relevantes espaços para Minas Gerais e o país. Marcelo Matte, Secretário

Para a presidente do Iepha-MG, Michele Arroyo, mais espaços integrando o Circuito Liberdade significa diversidade cultural para o público. “O Centro Cultural Minas Tênis Clube será extremamente relevante para o Circuito, seja pelo seu valor cultural ou pelas atividades artísticas ofertadas que agora poderão integrar a programação em rede do Circuito Liberdade”, afirmou Arroyo. “Além disso, é importante também para a imagem diversa dos edifícios de valor cultural que integram a paisagem do conjunto da Praça da Liberdade, considerado importante edifício sede em estilo art déco que marca o entorno do Palácio da Liberdade e o antigo Palácio dos Despachos, hoje, Casa Fiat de Cultura”, acrescentou a presidente do Iepha-MG.

Localizado na sede do Minas I, na Rua da Bahia, o espaço possui área total de 1.556 m2. Compõem o Centro Cultural Minas Tênis Clube o Teatro, a Galeria de Arte e o Centro de Memória, em pleno funcionamento desde início de 2013, e, em processo de implantação, uma biblioteca, duas salas de cinema e um corredor de exposições temporárias. Duas salas de multimeios e um café cultural completam a estrutura, como espaços de apoio e de convivência.

Ricardo Vieira Santiago, presidente do Minas Tênis Clube, ressalta a relevância desse momento. “Fazer parte do Circuito Liberdade é motivo de muito orgulho para o Minas Tênis Clube. Nossos pilares, que são o esporte, a cultura e o lazer, ganham ainda mais relevância com a nossa participação nesse complexo cultural de referência em nosso país.”

Os espaços que compõem o Centro Cultural Minas Tênis Clube são de acesso público, alguns com entrada gratuita e outros mediante compra de ingressos.

Além do Centro Cultural Minas Tênis Clube, integram o Circuito Liberdade: Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, Centro de Arte Popular Cemig, Museu Mineiro, Arquivo Público Mineiro, Casa do Patrimônio Cultural, Centro Cultural Banco do Brasil, Espaço do Conhecimento UFMG, MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, Memorial Minas Gerais Vale, BDMG Cultural, Academia Mineira de Letras, Cefart Liberdade, Casa Fiat de Cultura, Palácio da Liberdade, eo Espaço Cultural Escola de Design – UEMG.

FotoIzabelChumbinho 27jun2019

                                                         Foto: Izabel Chumbinho - Iepha/MG

 

O Centro Cultural Minas Tênis Clube

A implantação do Centro Cultural Minas Tênis Clube é uma das ações integrantes do Plano Diretor do Minas Tênis Clube de 1998, concebida com o propósito de consolidar o aprimoramento dos serviços prestados pelo setor cultural do Clube e de estreitar os laços construídos com a cidade de Belo Horizonte.

Com o objetivo de mostrar para o público que a arte tem casa no Minas Tênis, foi criada a Galeria de Arte, que é como uma tela em branco. O espaço foi projetado por Paulo Pederneiras, cenógrafo do Grupo Corpo, e Fernando Maculan.

Desde a sua inauguração, em 2013, a Galeria abrigou obras de Tomie Ohtake, Wilma Martins, Mário Zavagli, Shirley Paes Leme, José Alberto Nemer, Amadeo Luciano Lorenzato, Lotus Lobo, Alberto da Veiga Guignard, Paulo Laender Andrea Lanna, dentre outros nomes da arte nacional e internacional. A Galeria de Arte fica aberta ao público de terça a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos e feriados, das 11h às 19h. A entrada é franca.

O Minas tênis Clube faz parte da história da cidade e com o Centro Cultural abre as portas para que os visitantes conheçam um pouco mais de sua trajetória e contribuição para a formação cultural, de lazer e turística

Programação do Centro Cultural Minas Tênis Clube

Teatro:

Concertos Minas Tênis Clube:

Concertos de música erudita, com orquestras e músicos nacionais e internacionais, visando a entretenimento, fruição, difusão cultural e formação de público em música erudita. O número de recitais por ano pode variar de acordo com o programa previsto.

Diversão em Cena:

Apresentações de teatro e de música para crianças, nas tardes de domingo, com preços populares. A seleção dos espetáculos é feita por meio de edital viabilizado pela Arcellor Mittal com recursos de lei de incentivo.

Sarau Minas Tênis:

Projeto que consiste na seleção (via edital) de quatro intérpretes mineiros – solo ou banda. O objetivo do projeto é difundir referências do cancioneiro da MPB e incentivar e promover jovens intérpretes em começo de suas carreiras artísticas.

Uma voz e um instrumento:

Evento com um intérprete em apresentação solo, ou na companhia de um ou dois músicos, já conhecidos no cenário da música, com o propósito proporcionar entretenimento e difusão cultural.

Cena Técnica:

Curso-palestra de formação, capacitação e aprimoramento profissional de técnicos de backstage. Oferecido pelo Centro Cultural Minas Tênis Clube desde 2016, em 11 edições realizadas, teve a participação de 1.320 técnicos de iluminação e sonorização.

Galeria de Arte:

São realizadas de três a quatro exposições por ano na galeria, selecionadas por uma comissão curadora, formada por profissionais convidados, ligados às artes visuais. As exposições são viabilizadas com recursos de leis de incentivo e privilegiam artistas nacionais. O acesso e a distribuição de catálogos são gratuitos. As exposições contam com programas educativos para visitação espontânea e agendamento para escolas e instituições.

A galeria de arte também integra Circuito de museus, da Secretaria Municipal de Educação, projeto que visa à formação de público de museus e instituições afins e ao desenvolvimento de habilidades para a compreensão e apreensão dos significados de acervos de exposições de museus, centros de cultura, centros de memória, galerias. A visita mediada integra o trabalho do professor realizado em sala de aula.

Café Cultural:

Aulas-palestras, ministradas por um especialista e seguidas de debate com a plateia sobre a produção literária de escritores exponenciais da literatura brasileira. Curadoria: jornalista e escritor José Eduardo Gonçalves

Centro de Memória:

Exposição de longa duração Minas Tênis clube – várias histórias e participação no Circuito de Museus, Circuito Memória Esporte e Lazer e Circuito História de Mulheres

Projeto realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, que visa à formação de público de museus e ao desenvolvimento de habilidades para a compreensão e apreensão dos significados contidos em acervos que fazem parte de exposições de museus, centros de cultura, centros de memória, galerias, por meio do trabalho realizado pelo professor em sala de aula e da mediação conduzida pela equipe técnica de cada museu.

A programação completa do Centro Cultural Minas Tênis Clube estará disponível no site do Circuito Liberdade www.circuitoliberdade.mg.gov.br e do Centro Cultural www.centroculturalminastc.com.br

Serviço:

Adesão do Centro Cultural Minas Tênis Clube ao Circuito Liberdade

Endereço: Rua da Bahia, 2244, Lourdes

Quando: 27 de junho de 2019

Atendimento à imprensa:

Leandro Henrique Cardoso

(31)3235-2812/2817