Fazenda da Posse

O Conjunto da Fazenda da Posse inclui a casa sede, uma grande casa de hóspedes e a casa do caseiro, com galinheiro e galpão, além de um entorno paisagístico montanhoso com cursos d´água. O tombamento estadual do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Fazenda da Posse foi aprovado em 1975 sendo inscrito no Livro do Tombo de Belas Artes.

O tombamento estadual do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Fazenda da Posse, constituído por sua sede e área adjacente de quinhentos metros foi aprovado pelo decreto n.° 16.965, de 30 de janeiro de 1975, e inscrito no Livro de Tombo n.° II — de Belas Artes.
O conjunto tombado inclui a casa sede, uma grande casa de hóspedes e a casa do caseiro, com galinheiro e galpão, além de um entorno paisagístico montanhoso, com cursos d´água. O edifício sede da fazenda, que teria sido construído por volta de 1790, tem tipo característico das fazendas mineiras do final do século XVIII, erguendo-se sobre estrutura autônoma de madeira com vedações de pau-a-pique. A sala central possui interessante forro pintado, em gamela oitavada. Um puxado na parte posterior abrigava os ambientes de serviço.
A edificação sofreu tentativas de demolição parcial, tendo seus elementos posteriormente recuperados por medidas judiciais. Abandonada, passou por processo de arruinamento de toda a parte posterior, sendo completamente restaurada e reconstruída em 2003, quando o pavimento inferior foi vedado.

Localização

Santana dos Montes - Minas Gerais

Galeria

Documentos

 
Para mais informações confira o Guia dos Bens Tombados.